Quem é o seu cliente?

O varejo físico precisa conhecer o seu cliente. Acabou o tempo em que conhecer o cliente consistia em ficar parado na porta cumprimentando todo mundo e chamar pelo nome era o suficiente. Hoje o mercado mudou, e o cliente tem escolhas que exerce a cada instante. A cada digitação no whatsapp, pode haver uma mudança de rota que leva o cliente para um destino diferente.

Inclusive, na recente entrevista com o Marcos Escudeiro, em que ele resalta a importancia deste assunto em supermercados do setor de alimentos, que é o mais comoditizado do mundo, insiste na importância da pesquisa para adotar políticas de oferta de produtos e de preços adequadas ao ambiente em que ele opera. Ele questiona o por que de um comércio pequeno perder clientes para um atacarejo com as suas ofertas e afirma que para isto ocorrer, é porque o comércio deixou de fazer o seu dever de casa, isto é, pesquisar, pesquisar e pesquisar.

Pesquise o público em volta

Pesquisar não é difícil. Escudeiro deu a dica de começar pelo IBGE e comece a entender o dados do seu município. Continue pelas pesquisas das associações (supermercados, cartões de crédito, etc) e entender os comportamentos do público que está à sua volta. Pesquisar em campo, anotando e quantificando os estabelecimentos, concorrência, pesquisando hábitos, e por aí vai. Em caso de emprendimentos de um certo tamanho, a dica é ir para institutos de pesquisa sérios para contratar estudos específicos. Seja lá o que for, estude o público à sua volta!

Pesquisas internas

De nada serve conhecer o entorno se não conhece na ponta dos dedos o que ocorre com o cliente que entra em seu estabelecimento. São contados os comércios que registram a informação dos clientes de alguma forma. Cada venda feita a um cliente, o comércio tem a chance única de ter esse cliente consumindo, pagando e saindo da loja sem ter qualquer identificação dele seFidelidade_Manualndo coletada no processo.

Exemplos como os "Programas de fidelidade" carimbando um cartãozinho como o daqui do lado, são o atestado esforço jogado fora. A fidelização com programas de carimbo são um gesto bacana, mas, completamente improdutivo em termos de dados. Desta forma, não há nenhum dado do cliente sendo aproveitado.

 

Captura de dados inteligente

Captura_fidelidade Hoje, adotar tecnologias de fidelização, como detalhado na entrevista com o Paulo Machado da BrazilianCard é bem acessível. Programas de fidelização funcionam com APPs instalados nos celulares dos clientes oferecendo atrativos, possibilitando a interação com os clientes em cada transação. Esta é uma forma de combinar fidelização como ação de marketing, e ao mesmo tempo levantar dados valiosos sobre o consumo dos clientes no estabelecimento.

Essas informações são super valiosas e permitem análises de hábitos e comportamentos que ocorrem entre você e o seu cliente.

 

Há muito mais pela frente

Para atrair clientes para uma loja há que se usar a favor o que o mercado oferece, e não precisa inventar a roda. Basta usar a favor as tecnologias e incentivar os clientes a se manterem em contato com a sua loja. E, enquanto o seu cliente consome, você irá acumulando dados valiosos para oferecer produtos e serviços cada vez mais personalizados e que fazem sentido aos seus clientes.

Esse repositório de dados terá cada vez mais valor, e poderá alimentar sistemas cada vez mais inteligentes. E o mais importante, o empresário não precisa ser um especialista em tecnologia, apenas precisa usar o que ela oferece, assim como ocorre no dia a dia com os celulares, TVs e cada dispositivo usado para usos domésticos.

É claro que nem tudo é resolvido com tecnologia, e há públicos ou situações que não se encaixam com APPs como este de cima. Por isso é sempre importante pesquisar o público atendido e o que há em volta. Porém, fora raríssimas exceções, o comércio precisa quanto antes adotar tecnologias de relacionamento com clientes. Hoje, será por uma questão de diferenciação, mas, daqui a pouco, será uma questão de sobrevivência.

Sobre a BrazilianCard

VarejoUAU recomenda e mantém parceria com a BrazilianCard para implementar soluções de fidelização e crédito private label, que operam totalmente em nuvem, com capacidade para integração online com ERPs e PDVs. Esta é uma solução completa e pronta para implementar com rapidez. Há outras soluções muito competentes no mercado, mas, esta é a que a VarejoUAU homologou e por isso recomendamos. Se quiser um contato para conversar sobre esta solução, basta clicar no botão abaixo e deixar o seu contato.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *